Parlamento Jovem de Minas fortalece a democracia e a diversidade

Edição de 2024 do programa, referência em educação para a cidadania no País, foi lançada oficialmente pela Assembleia nesta sexta-feira (22)
O PJ Minas trabalha a formação política dos estudantes do ensino médio. Foto: Luiz Santana/ALMG
sexta-feira, 22 março, 2024

O protagonismo dos estudantes, o fortalecimento da democracia e a consolidação da diversidade foram as principais características do Parlamento Jovem de Minas (PJ Minas) destacadas na solenidade de lançamento do programa, na manhã desta sexta-feira (22/3/24), na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

Uma das maiores iniciativas de participação legislativa jovem do País, o PJ Minas chega em 2024 à 20ª edição. Estudantes de 145 municípios, divididos em 20 polos regionais, vão debater o tema “Melhorias no ensino escolar”. O programa é realizado pela Assembleia, por meio da Escola do Legislativo, em parceria com câmaras municipais e com o apoio da PUC Minas.

Em seu pronunciamento, o presidente da ALMG, deputado Tadeu Martins Leite (MDB), destacou a oportunidade que o PJ Minas oferece aos estudantes de conhecerem o Parlamento mineiro e o processo legislativo, o que pode ser a semente para a inserção desses jovens na política.

Tadeu Martins Leite
Dep. Tadeu Martins Leite

Ele lembrou que muitas discussões em curso na Casa foram iniciadas na plenária do ano passado. Propostas priorizadas pelos jovens foram transformadas em requerimentos, emendas orçamentárias e projetos de lei, contribuindo na construção de políticas públicas.

O deputado Ricardo Campos (PT), vice-presidente da Comissão de Participação Popular, colegiado responsável por analisar essas propostas, ressaltou que mais de 20% das emendas ao Plano Plurianual de Ação Governamental (PPAG) e à Lei Orçamentária Anual (LOA) oriundas do PJ Minas e da discussão participativa do PPAG foram acolhidas pela comissão em 2023.

Ele lembrou que ingressou na ALMG como adolescente trabalhador (Assprom), em 1999, para estimular os jovens a se engajarem nas atividades político-partidárias.

Formação democrática, inclusiva e transformadora

A deputada Bella Gonçalves (Psol), por sua vez, celebrou a forte presença de mulheres, negros e indígenas entre os participantes do PJ Minas, o que pode ser o prenúncio de um futuro de maior representatividade no Parlamento em Minas e no Brasil.

Ela salientou que votar e ser votado, participar da política e acompanhar os seus representantes é fundamental para a construção de um país mais democrático e inclusivo.

Também a deputada Maria Clara Marra (PSDB) comentou o frescor que os jovens trazem para a política, em um momento que ela define como disruptivo, no qual são convidados a ocupar espaços de decisão. “Muitos projetos que mudaram o País vieram da iniciativa popular”, observou.

Na mesma linha, o diretor do Instituto de Ciências Sociais da PUC Minas, Danny Zahreddine, frisou que os jovens são o termômetro da realidade social, inspirando legisladores na busca de uma educação de qualidade e transformadora.

“O PJ Minas foi uma das maiores experiências da minha vida. Entendemos que o Parlamento também é nosso lugar”, corroborou a representante dos estudantes participantes do programa, Jeisiane Reis, de São José da Lapa (Região Central).

Compromisso com a cidadania

“Aprendemos a ser democráticos. O Parlamento é o local privilegiado para isso, porque encarna a essência do princípio constitucional de que todo o poder emana do povo, que o exerce diretamente ou por meio de seus representantes eleitos”, ressaltou a gerente-geral da Escola do Legislativo, Ruth Schmitz.

Ela citou, entre as habilidades e os conhecimentos trabalhados com os estudantes, atitudes que privilegiem a solidariedade, a diversidade e o compromisso com a cidadania.

O vereador Danilo Oliveira, presidente da Câmara Municipal de Guaxupé (Sul de Minas), que representou na solenidade as câmaras parceiras, e o coordenador do programa em Conceição do Mato Dentro (Região Central), Lorenzo Santos, que representou todos os coordenadores, abordaram os benefícios de se investir na educação para a cidadania, perceptíveis no desenvolvimento de todos os participantes.

Com informações do site oficial da Assembleia Legislativa de Minas Gerais

Gostou? Compartilhe...

Leia as materias relacionadas

magnifiercrossmenu