Audiência discute atendimento à pessoa com Parkinson

No Brasil, são cerca de 200 mil pessoas com a doença, que afeta a região do cérebro responsável pelos movimentos do corpo.
Incidência da doença é maior a partir dos 50 anos de idade - Arquivo ALMG Foto: Willian Dias/ALMG
quarta-feira, 3 abril, 2024

A Comissão de Participação Popular da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) realiza audiência pública, nesta quinta-feira (4/4/24), sobre a política de atendimento às pessoas com a doença de Parkinson. A reunião será no Auditório do andar SE do Palácio da Inconfidência, a partir das 9h30.

Acompanhe a reunião ao vivo e participe do debate

O Parkinson é uma doença degenerativa progressiva que afeta neurônios do cérebro, causando alterações nos movimentos do corpo. Os principais sintomas são tremores involuntários, diminuição da velocidade dos movimentos, rigidez muscular e dificuldade de manter o equilíbrio. Ainda são desconhecidas as causas exatas da doença.

De acordo com o hospital Albert Einstein, o tratamento, que tem o objetivo de controlar o seu avanço e garantir maior qualidade de vida ao paciente, envolve o uso de medicamentos, fisioterapia, fonoaudiologia, aconselhamento psicológico, a prática de exercícios físicos e até mesmo cirurgia, com a implantação de eletrodos no cérebro.

O deputado Doutor Jean Freire (PT), que solicitou a audiência, destaca que mais de 200 mil pessoas têm Parkinson no Brasil, número que pode dobrar até 2030. A incidência da doença avança a partir dos 50 anos.

Doutor Jean Freire
Dep. Doutor Jean Freire

Também será tratada na reunião a importância de se instituir o dia de conscientização da doença no Estado.

Com informações do site oficial da Assembleia Legislativa de Minas Gerais

Gostou? Compartilhe...

Leia as materias relacionadas

magnifiercrossmenu