Rodada do fim de semana do Campeonato Mineiro foi quente                 

O comentarista esportivo Hermínio Fernandes escreve no JC a sua opinião sobre a rodada do Campeonato Mineiro e destaca um valadarense estreando no Villa Nova
Antônio Cabral, 22 anos, valadarense do Bairro Vitória, teve boa estreia pelo Villa Nova. Divulgação RC
terça-feira, 20 fevereiro, 2024

Por Hermínio Fernandes

O América, que vinha embalado após a vitória no meio de semana no clássico contra o Cruzeiro, empatou sem gols, em casa, contra o Villa Nova, que promoveu a estreia do lateral direito Antônio Cabral, 22 anos, ele que é valadarense, do Bairro Vitória, e é agenciado pelo experiente Rafael Coelho. O jogador chamou a atenção da imprensa e foi um dos destaques da equipe do Villa Nova no clássico da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O Galo, jogando no estádio Mané Garrincha, no Distrito Federal, venceu o Itabirito por 2x0, com gols de Battaglia e Hulk, após assistência de Rubens, que acabara de entrar no lugar do titular Arana. A equipe do Itabirito, em comum acordo com a diretoria atleticana, levou o jogo para Brasília, uma vez que a equipe não manda seus jogos em sua cidade de origem, já que o Estádio local não atende às condições exigidas pela FMF.  

Pantera e Cruzeiro fecharam a rodada no domingo à noite, em Valadares. E o Democrata após sair perdendo com gol do centroavante argentino Dinneno, até conseguiu o empate com Pedro Oliveira, num rápido num contra-ataque da Pantera, mas como vem acontecendo em praticamente todos os jogos, a Pantera caiu de rendimento no segundo, mesmo com o goleiro Luís Augusto fazendo verdadeiros milagres e salvando a Pantera em alguns lances.

Coube a Zé Ivaldo colocar o Cruzeiro novamente a frente do marcador, apesar de o time da capital ter diminuído o ritmo de jogo, uma vez que estava desfalcado de alguns de seus principais atletas, o ataque da Pantera pouco produzia. John Lennon, aberto pelo lado esquerdo, recebia a bola, mas não tinha profundidade e acabava sempre tocando de lado ou recuando a bola quando poderia partir para cima e tentar o gol de empate.

E pelo lado direito, ninguém se apresentava para abrir o jogo e ir até a linha de fundo para tentar furar a defesa cruzeirense. E foi justamente numa bola perdida no meio campo que a equipe celeste armou um contra-ataque, e Rafael Papagaio deu números finais a partida.

O Democrata precisa urgente contratar dois atacantes de velocidade, buscar permanência na primeira divisão do Campeonato Mineiro. Um time de tradição como o Democrata, que tem a maior torcida do interior de Minas Gerais e um estádio como o Mamudão, não pode ficar de fora da elite do Futebol mineiro. Reage, pantera!

Gostou? Compartilhe...

Leia as materias relacionadas

magnifiercrossmenu